Ucrânia prevê queda de quase 40% na área semeada para safra atual

15/Mar 2022 18:09  - Atualizado 4 meses atrás

Mercado Externo Milho Soja

Queda representa 4,7 milhões de hectares e foi motivada pelo avanço das tropas russas

Segundo a APK-Inform, consultoria do mundo agro da Ucrânia, a área semeada com grãos na primavera de 2022 na Ucrânia pode cair 39%, para 4,7 milhões de hectares, devido à invasão da Rússia. Grande produtor e exportador global de grãos, a Ucrânia e suas autoridades esperam declínio no desempenho geral da safra de 2022, devido ao conflito. No ano passado, foram colhidos 86 milhões de toneladas de grãos, e para a safra atual, foram plantados cerca de 7,7 milhões de hectares. Ainda não há previsão para os resultados da safra atual, mas a expectativa é que pelo menos 2 milhões de hectares de trigo, cevada e centeio possam ser danificados ou estejam indisponíveis para a colheita.

O sindicato dos produtores agrícolas do país disse que os agricultores provavelmente reduzirão a área semeada com sementes de girassol, colza e milho este ano, substituindo-os por trigo sarraceno, aveia e milho.

Novo Lockdown na China

Em Shenzhen, foi determinado novo lockdown devido a um novo surto de coronavírus na região, que tende a trazer problemas para a logística, e desencadeando aumento nos valores dos fretes por contêiner em níveis elevados, e aumento nos atrasos de entrega. Desde o início da pandemia, o setor logístico vem sofrendo com falta de contêineres e embarcações, que vem afetando custos para diversos setores do agronegócio. A cidade é lar de um dos portos mais importantes do país.

O lockdown em Shenzhen deverá vigorar até o dia 20 de março. Agências de notícias internacionais, como a Bloomberg, informam problemas também em portos em Xangai, Qingdao,Ningbo e Zhoushan, relatando aumento na fila de desembarque de mercadorias nesses portos.