Suinocultores pedem redução da alíquota para o ICMS para conter prejuízo no MT

11/Feb 2022 14:42  - Atualizado 5 meses atrás

Agronegócio Mercado Interno Soja Suinocultura

Setor já atua com prejuízos devido à super oferta desde 2021

Frente a atual situação do mercado de grãos, suinocultores no Mato Grosso pedem ao Governo do estado a adoção de medidas e inclusão de novas finalidades da atividade no Programa de Desenvolvimento Rural do Mato Grosso (Proder), para tentar diminuir prejuízos do setor.  O Sindicato das Indústrias Frigoríficas do Mato Grosso (Sindifrigo) pede pela redução do ICMS na comercialização da carne suína pelo prazo de seis meses, e afirma em nota que o segmento arrecadou cerca de R$46 milhões no último ano apenas com o imposto. 

O setor ainda não foi capaz de absorver a alta no preço do milho e da soja; os grãos representam cerca de 70% dos gastos, e prejuízo por animal já chega a R$270 por animal vendido dentro do estado, calcula Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat). Negócio já é considerado inviável por produtores, que ainda sofrem com o baixo preço da venda dos animais, restrição de exportações e elevado estoque de carne. Produtores já trabalham com prejuízo desde o ano passado devido à superoferta no mercado interno.