Suinocultores abandonam atividade e podem descartar 15 mil matrizes no RS

06/Apr 2022 13:53  - Atualizado 3 meses atrás

Mercado Interno

O prejuízo por animal vendido já chega a R$395 em São Paulo

Enfrentando uma sequência de prejuízos históricos desde o ano de 2021, suinocultores do Rio Grande do Sul consideram abandonar a atividade, e cerca de 15 mil matrizes podem ser descartadas para tentar controlar os custos. Em São Paulo, o prejuízo para o produtor por animal vendido já chega a quase R$395. 

A situação se dá pela alta oferta de carne suína disponível no mercado, aliado a uma baixa demanda interna, e aumentos recorde dos custos de produção, especialmente da ração.

Segundo a Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), a indústria local indica que as vendas ao consumidor estão acontecendo, mas o repasse do aumento de preços não está sendo feito pelo produtor.

A associação ainda relata que há produtores abandonando a atividade, já que não conseguem suportar os prejuízos, e estima-se que 15 mil matrizes devem ser descartadas com a saída desses produtores.

A Associação Paulista dos Criadores de Suínos (APCS) também destaca o cenário ruim para o suinocultor, que vem perdendo vantagem entre o custo de produção e o preço de venda, podendo ocorrer um buraco na oferta de suínos, mas a esperança é de que uma melhora na procura possa dar novo fôlego a produtores do estado.