Sem previsão de mudanças no cenário climático do Sul do Brasil, futuros da soja e do milho na CBOT atingem máximas

10/Feb 2022 14:04  - Atualizado 5 meses atrás

CBOT Conab Soja USDA

Valores foram os mais altos nos últimos 8 meses, e são diretamente influenciados por fatores como clima

Os futuros de soja e milho na Bolsa de Chicago (CBOT) atingiram máximas devido a preocupações com o risco de um clima mais desfavorável em áreas de cultivo estressadas pela seca na América do Sul, disseram traders.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) já havia reduzido a estimativa da safra de soja do Brasil, e agora, com novo Levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), confirma-se o receio, com a safra atual de soja sendo 9% menor do que o mesmo período no ano anterior.

Especialistas afirmam que a estimativa do USDA deverá sofrer novos reajustes, fazendo cair ainda mais a produção frente às condições climáticas que continuam a afligir o Sul do Brasil.