Preço futuro do milho opera em trajetória altista na B3

20/Jun 2022 10:19  - Atualizado 2 semanas atrás

mercado do milho

Os preços futuros do milho operaram em trajetória altista na Bolsa Brasileira, impulsionados por uma possível redução de área plantada nos Estados Unidos. Isso afeta principalmente os preços internacionais do milho futuro, que também permanece operando no campo positivo. Conforme indicadores da Tarken para a Bolsa de Chicago, o vencimento julho/22 foi cotado à US$ 7,91, o setembro/22 valendo US$ 7,47, o dezembro/22 negociado por US$ 7,41 e o março/23 com valor de US$ 7,46.

Para o mercado físico no Brasil, os limites máximos e mínimos de cada região também aumentaram em relação à última semana. O Centro-Oeste fechou a semana com preços entre R$68 e R$80 a saca. No sudeste, a cotação Tarken aponta uma faixa de R$80 a R$88 e no sul o milho vai de R$83 a R$91 a saca. 

Para acompanhar os principais indicadores ou saber a cotação específica da sua cidade, além de outras informações e conteúdos, acesse gratuitamente o aplicativo da Tarken no seu celular.

As negociações desta semana permanecem lentas, com consumidores atuando de maneira tímida, aguardando a entrada da safrinha para se posicionarem de maneira mais contundente em relação aos seus estoques. Com uma safrinha de milho mais cheia, a tendência é que o mercado siga em direção à paridade de exportação, com o Brasil sendo visto no mercado internacional em um ambiente com estoques mais enxutos.

Plano Safra 2022/23

Nesta semana, a notícia destaque foi a disputa por recursos entre Banco do Brasil e Caixa Econômica. Segundo fontes do Valor Econômico, o BB, que historicamente sempre foi o maior financiador do setor agrícola, teme que possa ficar sem uma quantia suficiente para atender a demanda dos seus clientes. Já a Caixa argumenta ser o maior banco do país, portanto, não faz sentido ficar de fora de um segmento que representa quase um quarto da economia. O receio é que a disputa torne mais lento o trâmite para acesso aos recursos. Afinal, os produtores precisam do financiamento no tempo certo — o mais cedo possível — para comprar o pacote tecnológico que será usado. 

Para entender esses mecanismos, é importante esclarecer as regras do Plano. Até a sanção da Lei do Agro em 2020, apenas bancos públicos e cooperativos podiam participar da equalização de juros do Plano Safra. Com a entrada dos privados a concorrência aumentou e 12 instituições já operaram os recursos na temporada 2021/22. A Controladoria-Geral da União entrou em campo e apontou a necessidade de fixação de regras claras e técnicas para ter mais transparência na distribuição dos recursos da equalização.

Mercado do Milho

Nosso especialista de negócios, Thiago Carvalho, apresenta as principais movimentações no 🌽 MERCADO DO MILHO 🌽 na última semana. Ele analisa, também, o quais os elementos que você deve “ficar de olho” na hora de comprar ou vender grãos nos próximos dias.

Achou relevante? Baixe nosso app para ler mais notícias, acessar as cotações do seu estado e encontrar a melhor oferta para você.

➡️ Caro ouvinte: as análises do Mercado do Milho agora são publicadas semanalmente. A cada dia, uma análise do que movimentou o mercado em um dos seguintes estados (MG, MT, MS, GO) e no Brasil.