Preço dos ovos sobem no EUA com avanço da gripe aviária

04/Apr 2022 16:15  - Atualizado 3 meses atrás

Mercado Externo

China também compra milho a níveis recorde dos Estados Unidos

Com o avanço da gripe aviária nos Estados Unidos, o país enfrenta um aumento inesperado nos preços dos ovos e outros produtos avícolas. Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), os casos de influenza aviária se tratam de uma variante altamente patogênica, e até agora levaram à morte de mais de 17 milhões de aves, tornando este surto do vírus o pior em sete anos.

Com o avanço do vírus no país, os preços dos ovos subiram cerca de 52% desde 8 de fevereiro, quando o USDA confirmou o primeiro caso da doença. A contaminação ocorre em um momento em que os preços dos alimentos já estavam em alta, com os fabricantes do setor pagando mais por combustível, ingredientes e mão de obra. A guerra entre duas potências produtoras de grãos, Rússia e Ucrânia, impulsiona ainda mais os preços da carne, já que os criadores dependem fortemente de grãos para alimentar gado e aves. 

China:

Dados do USDA apontam que a China realizou a maior compra de milho dos Estados Unidos desde maio de 2021 nesta segunda-feira, 04 de abril. A compra equivale a 1,084 milhões de toneladas, e acredita-se que o país asiático procura garantir suas reservas do cereal, à medida que o comércio de grãos ucranianos permanece estagnado no mar de Azov.

O USDA disse que o acordo era para 676 mil toneladas na temporada de comercialização 2021/22, que termina em 31 de agosto, e para 408 mil toneladas em 2022/23.