Petrobras divulga nota defendendo o reajuste de preços de combustíveis

18/Mar 2022 17:20  - Atualizado 4 meses atrás

Mercado Interno Milho Soja

A estatal afirma que o reajuste é necessário para garantir o abastecimento de combustíveis no mercado brasileiro.

Em resposta aos comentários feitos pelo presidente Jair Bolsonaro, a Petrobras divulgou nesta sexta-feira (18) uma nota em que defende o reajuste de preços de combustíveis. A estatal afirma que o reajuste é necessário para evitar riscos de desabastecimento.

De acordo com a empresa, os ajustes de preços são importantes para que o mercado brasileiro continue sendo suprido por distribuidores, importadores e produtores, e foram uma resposta à disparada dos preços internacionais, resultante da invasão da Ucrânia pela Rússia, em 24 de fevereiro.

Segundo a nota, a Petrobras só fez o reajuste no dia 11 de março, ou seja, duas semanas depois. Ainda assim, a empresa diz que os aumentos só refletiam parte da elevação dos preços internacionais do petróleo, fortemente impactados pela oferta limitada frente à demanda mundial por energia.

A empresa destacou ainda que não pode antecipar decisões sobre manutenção ou ajustes de preços.

Garantia Safra:

O benefício do Garantia-Safra será pago a agricultores familiares de Alagoas, de Pernambuco, do Piauí e do Rio Grande do Norte. O montante chegará a mais de R$13 milhões, atingindo 16 mil agricultores familiares, e foi definido pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Segundo o Mapa, em decorrência das medidas de enfrentamento da pandemia do Covid-19, o pagamento integral do benefício Garantia-Safra será realizado em parcela única de R$850. O Garantia-Safra tem como objetivo garantir a segurança alimentar de agricultores familiares que residam em regiões sistematicamente sujeitas à perda de safra, por razão de estiagem ou enchentes. Têm direito a receber o benefício os agricultores com renda mensal de até um salário mínimo e meio, quando tiverem perdas de produção em seus municípios igual ou superior a 50%. O benefício Garantia-Safra é disponibilizado obedecendo o calendário de pagamento dos benefícios sociais.

Preços do Frango Vivo sobem:

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os preços do frango vivo seguem avançando, acompanhando as valorizações dos principais insumos consumidos, milho e farelo de soja. Segundo colaboradores do Cepea, muitos avicultores têm elevado os valores de venda do animal justamente na tentativa de repassar os frequentes reajustes nos custos de produção e, dessa forma, limitar as perdas nas margens. 

De acordo com colaboradores do Cepea, a procura de frigoríficos por novos lotes de frango está firme, tendo em vista a aquecida demanda pela carne do animal. Além disso, as exportações da proteína vêm apresentando bom desempenho neste mês. 

No caso dos insumos, segundo levantamento da Equipe Grãos/Cepea, a oferta limitada de milho tem elevado as cotações do cereal. Para o farelo de soja, os preços registram aumentos mais intensos, refletindo a firme demanda doméstica e o expressivo aumento na procura externa pelo produto brasileiro.