MS deverá ter o terceiro maior crescimento do Brasil na safrinha de milho

16/Jun 2022 08:00  - Atualizado 2 semanas atrás

Mato Grosso do Sul mercado do milho

Para o mercado do Milho no Mato Grosso do Sul, o clima desperta preocupação com algumas geadas registradas na madrugada do dia 13 de junho (entre domingo e segunda-feira). A semana passada foi marcada por acumulados de chuva devido ao avanço de cavados, aliado ao fluxo de ar quente e úmido vindo da Amazônia.

Além disso, a passagem de uma frente fria favoreceu a formação de instabilidade no estado. Foram observados acumulados de chuva de 77 mm em Campo Grande e 56 mm em São Gabriel do Oeste. Também, devido ao avanço do ar frio, foram registradas baixas temperaturas, com 1.2ºC em Rio Brilhante e 1.5ºC em Iguatemi no dia 13 de junho.

A Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul divulgou seu Boletim indicando novas informações sobre o plantio da segunda safra de milho no estado.  Olhando para a qualidade das lavouras, os técnicos da Famasul indicaram que 82,2% da área está em boas condições, 11,6% em condições regulares e os 6,2% restantes em condições ruins.

Se o clima colaborar, Mato Grosso do Sul deverá ter o terceiro maior crescimento do Brasil na safrinha de milho, com previsão de colher mais de 11,5 milhões de toneladas neste ano, um aumento de 80,9% em comparação com o ano passado, quando o Estado produziu 6,4 milhões de toneladas.

O relatório de crédito rural elaborado pela Aprosoja aponta que as contratações de crédito rural em Mato Grosso do Sul totalizaram R$15,8 bilhões nesta safra no volume acumulado de julho de 2021 a maio deste ano. O levantamento mostra que o montante é 16% superior ao contratado no mesmo período do ano passado. Segundo a equipe técnica o acúmulo deve-se principalmente ao custeio, que representou R$ 10,2 bilhões deste montante, com maior representatividade no setor agropecuário, devido à necessidade de crédito para o ciclo produtivo das safras e reprodutivo dos rebanhos.

Cotação Tarken

Por fim, trazendo a visão do mercado atual, a cotação Tarken para milho disponível sofreu leve aumento nesta semana. Nas regiões de Campo Grande e Chapadão do Sul o preço está entre R$74 e R$75 e em Dourados, a R$75,50 reais a saca. Até este momento, os produtores sul-mato-grossenses já negociaram 23% de toda a produção estimada da segunda safra de 2022, um índice 17 pontos percentuais abaixo do registrado no mesmo período do ano passado para a safrinha de 2021.

Mercado do Milho

Nosso especialista de negócios, Thiago Carvalho, apresenta as principais movimentações no 🌽 MERCADO DO MILHO 🌽 na última semana no Mato Grosso do Sul. Ele analisa, também, quais os elementos que você deve “ficar de olho” na hora de comprar ou vender grãos nos próximos dias.

Achou relevante? Baixe nosso app para ler mais notícias, acessar as cotações do seu estado e encontrar a melhor oferta para você.