Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento amplia os períodos de vazio sanitário da soja para 2022

04/Feb 2022 13:42  - Atualizado 5 meses atrás

Agronegócio Mercado da Soja Mercado Interno Soja

A medida foi estabelecida para 21 unidades da federação e o período mínimo obrigatório de ausência de plantas passou de 60 para 90 dias para controle da ferrugem asiática da soja

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou a Portaria nº 516, estabelecendo os períodos de vazio sanitário para cultura da soja, que deverão ser seguidos pelos estados produtores em todo o país durante o ano de 2022. A medida visa o controle da ferrugem asiática da oleaginosa, causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi

O vazio sanitário é o período contínuo em que não pode plantar e nem manter vivas plantas da cultura em questão, em qualquer fase de desenvolvimento na área determinada. O objetivo é reduzir ao máximo a possibilidade de inóculo da doença, minimizando os impactos negativos durante a safra seguinte. 

Graciane de Castro, Coordenadora-geral de Proteção de Plantas, explica: “O vazio sanitário da soja é uma medida consolidada, que já vinha sendo adotada por 14 estados produtores de soja nos últimos anos. No entanto, para reforçar a sua importância e aumentar os seus efeitos, o Mapa ampliou sua abrangência para 21 unidades da federação, além de aumentar o período mínimo obrigatório de ausência de plantas semeadas ou voluntárias no campo de 60 para 90 dias”.

A soja é o principal produto de exportação brasileira, e atingiu, em 2021, uma produção de 134 milhões de toneladas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apenas no mês de janeiro, foram embarcadas 2,47 milhões de toneladas de soja para exportação; tempo de espera para carregamento de navios já chega a 20 dias, diz AgResource Brasil. As expectativas para o mês de fevereiro são de quebra do recorde de exportações do grão, apesar da crise climática no sul do país.

A Ferrugem Asiática é considerada uma das mais severas doenças que incidem na cultura da soja, podendo ocorrer em qualquer estádio de maturação da planta. Os danos variam de 10% a 90% da produção.

Confira os períodos de vazio sanitário para a cultura da soja: 

Programa Nacional de Controle da Ferrugem Asiática da Soja

.

As ações no âmbito do programa são coordenadas pelo Ministério da Agricultura, mas a fiscalização e demais procedimentos são de competência dos estados. 

  • Patrícia Távora, Assessoria de Imprensa MAPA