Mercado lento à espera de novos desdobramentos no preço da saca, e chuvas atrasam colheita

22/Feb 2022 09:14  - Atualizado 4 meses atrás

Ibiá mercado do milho Minas Gerais Patos de Minas podcast Sacramento São Gotardo

Em Minas Gerais, o mercado de milho segue estável e pouco movimentado; as demandas urgentes são atendidas com vendas picadas e pontuais. Produtores com silo próprio não se veem pressionados a vender o milho, e acompanham de perto o mercado interno e também o externo para balizar suas vendas. 

Muitas dessas vendas são adiadas com a expectativa da subida do valor da saca nas próximas semanas. Os compradores, por sua vez, apostam na injeção de volume de milho na safra de verão para garantir maior oferta e, consequentemente, uma baixa dos preços. Temos milho na casa dos R$93 a saca em Ibiá e Sacramento, pólos produtores próximos ao Triângulo Mineiro. Na região do Cerrado, lotes pontuais a R$95 em São Gotardo e R$93 em Patos têm sido ventilados, mas sem grandes movimentações por parte dos compradores. 

As chuvas implicam em atraso na colheita da safra; o volume de água já atrasou em vários dias do início da colheita em várias microrregiões do estado.

Bernardo Lopes