Mercado Interno: risco de quebra de safra no sul intensificado após mais uma semana sem precipitação

07/Feb 2022 16:42  - Atualizado 5 meses atrás

Agronegócio Mercado Interno Milho

Após “PEC Kamikaze”, esforços são voltados para a redução do preço do diesel

Clima:

Tempo limpo ao longo do início da semana para os estados do Sul do país  com possibilidade de chuvas leves a partir de quinta-feira nas áreas próximas à fronteira com o Sudeste. No entanto, há ainda risco de quebra da soja, dado que não existe previsão de chuva para a região nas próximas semanas, em especial, no Rio Grande do Sul, diz Rural Clima.

No Sudeste, o tempo é marcado por precipitações contínuas e chance de alagamento nas regiões próximas ao Triângulo Mineiro. Necessário manter estado de alerta na área, e se atentar às recomendações de trato de culturas, colheita e plantio. No Centro-Oeste, seguimos com chuvas diárias, gerando alta chance de grãos avariados. 

Para o Nordeste, a previsão é de chuvas diárias, concentradas no Pará, Tocantins e Maranhão.

Economia:

O preço médio do Etanol fica abaixo de R$5 em meio a grande polêmica ao redor dos preços dos combustíveis. Após desdobramentos da “PEC Kamikaze” , que visava cortar os impostos federais dos combustíveis, o próximo passo é tentar reduzir o preço do diesel. O Ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, defende que o foco deve ser voltado para o diesel, dado sua parcela no custo dos alimentos; a ideia é que com a redução dos impostos federais, os governadores sigam o exemplo e ajustem o ICMS. A redução nos preços do diesel vem em boa hora, dado a necessidade de importação de 30% do combustível após desdobramentos e reajustes na sua composição geral.

Ministra da economia, Tereza Cristina, anuncia venda de fábrica de fertilizantes Nitrogenados da Petrobrás à russa Acron. A estatal anunciou venda da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados em 2017, afirmando não ter interesse em seguir no ramo.