Mercado Interno: Ministério da Agricultura irá liberar linhas de crédito emergencial para agricultores no RS, e vazio sanitário da soja já tem data marcada no Paraná

09/Feb 2022 16:21  - Atualizado 5 meses atrás

Agronegócio Mercado Interno Milho Soja

Estado apresenta bom desempenho na colheita e plantio da soja, mas está sendo um dos principais afetados pelo fungo da ferrugem asiática

Economia:

O Ministério da Agricultura irá liberar linhas de crédito emergencial para agricultores para auxiliar pequenos produtores no Rio Grande do Sul afetados pela onda de calor. O Estado já oferece programas e linhas de crédito com incentivo para construção de microaçudes, poços artesianos, cisternas e caixas d’água, mas defende a importância das linhas de crédito para plantações não protegidas por seguro ou Proagro.

Soja:

O Departamento de Economia Rural (Deral) divulgou em relatório que a colheita da safra de soja atingiu 19% da área planejada, com 36% das lavouras não colhidas se encontrando em boa situação, 33% em condição média e 31% em más condições. Em relação à maturação, tem-se 55% em estado de frutificação, 39% em maturação; 5% em floração e 1% em desenvolvimento vegetativo.

Em relação ao milho verão, a colheita avançou 5 pontos porcentuais na semana e alcançou 19% da área. As áreas em boas condições, que ainda não foram colhidas, representam 40% do total, 36% em situação média, e 24% em condição ruim. O Deral informou, também, que 36% das plantações de milho se encontram na fase de frutificação, 59% em maturação, 4% em floração e 1% em desenvolvimento vegetativo.

Apesar do desempenho favorável, a Federação de Agricultura do Paraná (Faep) anunciou o vazio sanitário da soja a ser iniciado em 10 de junho. O Estado é um dos que mais sofrem com o fungo da ferrugem asiática.

Milho:

Quanto ao plantio de milho safrinha, 19% da área prevista já foi semeada; as plantações encontram-se 85% em boa condição e 15% em condição média, com 54% em estágio de germinação e 46%, em desenvolvimento vegetativo.