Mercado Internacional: Produção de etanol nos EUA sobe 1,79% na semana e favorece exportações do milho brasileiro

25/Nov 2021 12:23  - Atualizado 7 meses atrás

Mercado Internacional

Com o preço do petróleo ainda em patamares muito altos, mercado de energia norte americano aposta na produção do etanol como medida paliativa ao combustível fóssil. Preços da gasolina nos EUA já atingem maior alta das últimas 3 décadas e preocupam governo na semana do feriado de ação de graças.

Nesse contexto, a produção média de etanol nos Estados Unidos subiu quase 2% somente nesta semana, atingindo um volume de 1,079 milhão de barris por dia no mês de novembro. Os estoques do biocombustível também aumentaram, representando acréscimo de 0,50%, para 20,2 milhões de barris no período. Os números foram divulgados pela Administração de Informação de Energia do país (EIA), no final dessa quarta-feira (24).

Esse maior volume na produção de etanol nos Estados Unidos se mostra como um importante indicador da demanda interna por milho. Isso porque, nos EUA, o biocombustível é fabricado principalmente com o grão, tendo a indústria local de Etanol consumindo mais de um terço da safra doméstica do cereal. Dessa forma, o aumento na demanda do etanol impacta diretamente no volume do milho exportado do Brasil, já que a produção interna americana não é capaz de sustentar sua demanda pelo grão, necessitando importar o cereal de outros países.

25 de novembro de 2021