Mercado do Milho segue com poucas opções de negócio em Minas

14/Jun 2022 07:00  - Atualizado 2 semanas atrás

mercado do milho

O mercado de grãos mineiro segue travado. Embora haja uma procura por parte da ponta compradora, a baixa disponibilidade de soja, tendo em vista a data do ano, dificulta a intensificação dos negócios, apesar da relativa alta do preço desse grão.

O milho, por sua vez, encontra barreiras na queda de preço, que ocorreu já há alguns dias e hoje está mais amena. Isso ajuda a manter os compradores e produtores em espera, aguardando maiores quedas no valor da saca e uma recuperação no mercado, respectivamente falando.

O sorgo, por fim, apresenta uma realidade um pouco diferente e começa a movimentar, sobretudo o mercado de suinocultores e demais granjeiros.

Cotações Tarken

Já no início dessa semana, houveram relatos acerca de negociações de sorgo em torno dos 70 a 71 reais em regiões do Triângulo Mineiro, como em Santa Vitória. Apesar disso, produtores tem especulado bastante e é possível encontrar ofertas mais altas, rondando a casa dos 75 reais retirado.

Preço do milho

Já para o milho, o mercado segue com poucas negociações reportadas, como dito anteriormente. As principais cotações de milho Tarken desta segunda-feira, são:

  • Uberlândia: 81,00
  • Unaí: 78,00
  • Itanhandu: 86,00

Preço da soja

Já em relação a soja, as principais cotações de hoje, segundo a Tarken, são:

  • Uberlândia: 180
  • Unaí: 177,00
  • Itanhandu: 192,00

Enquanto a variação do milho ficou na casa dos centavos, representando uma variação percentual muito sensível, as cotações de soja já apresentaram uma evidente mudança em relação à última segunda-feira, dia 6 de junho. O delta médio das cotações nas 3 cidades citadas ficou na casa dos 6 reais e 30 centavos, uma variação de cerca de mais de 3,6% no preço.

Segundo o relatório do Safras, os principais contratos em vigor, na B3, no final da última semana indicaram queda nos preços. Contudo, são esperadas poucas mudanças para essa semana, e é fundamental acompanhar indicadores externos que influenciam diretamente a movimentação na BM&F, como a CBOT (Bolsa de Valores de Chicago).

Ressalto que é possível acompanhar todos esses referenciais e outros indicadores através do aplicativo Tarken, onde nos preocupamos em trazer valores atualizados, em tempo real, e reunidos em uma mesma plataforma.

Por fim, não há previsão de muitas mudanças no mercado mineiro esta semana, ainda mais com a variação dos preços. Muitos personagens do mercado têm passado o feedback de que é necessário aguardar a estabilização e, sobretudo, o início da colheita do milho safrinha que o volume de negócios volte a retomar volumes expressivos.

Esse foi mais um giro semanal no mercado de grãos mineiro. Continue ligado conosco em nosso podcast para receber as principais atualizações dos últimos 7 dias!

Mercado do Milho

Bernardo Miranda apresenta as principais movimentações no 🌽 MERCADO DO MILHO 🌽 em Minas na última semana. Ele analisa, também, quais os elementos que você deve “ficar de olho” na hora de comprar ou vender grãos nos próximos dias.

Achou relevante? Baixe nosso app para ler mais notícias, acessar as cotações do seu estado e encontrar a melhor oferta para você.