Mercado do Milho: no NE, a colheita da 1ª safra avança a ritmos diferentes ao longo dos estados na região

06/Apr 2022 12:55  - Atualizado 3 meses atrás

Fortaleza Luís Eduardo Magalhães mercado do milho nordeste podcast Recife

Para o milho de 1ª safra, na Bahia, a colheita avança lentamente no extremo oeste, devido à umidade dos grãos, e a produtividade abaixo da safra passada. Em relação ao milho safrinha, o plantio está finalizado no extremo oeste do estado, e as lavouras seguem com bom desenvolvimento vegetativo. Na região de Barreiras e Luís Eduardo na Bahia, com polo bastante produtor, encontram-se preços na casa dos R$83 a saca. 

No Maranhão e Piauí, as lavouras se encontram em diferentes estágios fenológicos e em boas condições. Para milho de 2ª safra, já chega o fim do plantio no Sul do Maranhão, com lavouras em ótimas condições. No Piauí, o plantio está concluído, e lavouras se encontram em boas condições de desenvolvimento. Há boa perspectiva de aumento na área semeada em relação ao ano anterior. No estado do Maranhão, os preços têm uma média de R$83 a saca em Balsas. Muito similar aos preços vistos no Piauí, que tem milho rodando também a R$84 em Uruçuí. 

Em Fortaleza, no Ceará e em Recife, no Pernambuco, a cotação Tarken aponta R$96.

Thiago Carvalho