Fim da onda de calor não traz chuvas para Rio Grande do Sul

28/Jan 2022 16:47  - Atualizado 5 meses atrás

clima Rio Grande do Sul Santa Catarina Sul

Culturas irrigadas apresentam potencial produtivo satisfatório, mas não são o suficiente para reduzir o efeito das altas temperaturas oriundas da onda de calor

A onda de calor que atinge os três estados da região sul desde dezembro de 2021 chegou ao fim, graças a uma frente fria que ocorreu nesta semana. O tempo nesta sexta-feira está sendo marcado por chuvas irregulares ao longo de todo o país, concentrando-se no período da tarde e noite, com chance de tempestade. As informações são do Climatempo. 

O fim da onda de calor, no entanto, não significa chuvas para a região. Ainda não há previsão de precipitações para o Rio Grande do Sul, Espírito Santo, norte de Minas, sudoeste da Bahia e norte de Roraima. 

Segundo a consultoria Rural Clima, o retorno de chuvas generalizadas na região Sul deve acontecer no fim da primeira semana de fevereiro. Chuvas previstas na faixa central do país, abordando Santa Catarina e Paraná, próximo à fronteira com o Sudeste e Centro-Oeste. No Nordeste, a previsão é de chuvas ao longo do fim de semana e tempo ensolarado após a virada de mês. 

Colheita no Rio Grande do Sul

Apesar da estiagem, a colheita de milho verão no Rio Grande do Sul superou a média histórica do período. Mesmo com atraso quando comparada à mesma época no ano passado, ela atinge 34% da área cultivada. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado do Rio Grande do Sul (Emater RS) afirma que  as culturas de milho verão que foram irrigadas apresentam produtividade satisfatória, mas a medida não foi o suficiente para reverter o stress causado pelas altas temperaturas noturnas, causadas ao longo da onda de calor.