Em SP, preços se estabilizam, e a expectativa é de recuperação dos prejuízos da safra passada

28/Apr 2022 10:31  - Atualizado 2 meses atrás

Campinas Itapetininga mercado do milho podcast São José do Rio Preto São Paulo

No estado de São Paulo, a expectativa é de recuperação das lavouras frente aos prejuízos causados pelas adversidades climáticas na safra passada, e de melhores perspectivas para as safras de soja e milho.

De acordo com o presidente da Faesp, o grande destaque da safra paulista de grãos 2021/22 é o milho safrinha, para o qual se estima um incremento de 85,3% no volume produzido, previsto para 2,65 milhões de toneladas. A primeira safra da cultura deve resultar em 1,91 milhão de toneladas, sinalizando um aumento de 3,75%.

Os preços no estado se encontram mais estáveis. A cotação Tarken aponta R$87,70 para Campinas, R$83 para São José do Rio Preto e R$84 para Itapetininga.

Thiago Carvalho