Como funciona o BARTER no trading agrícola?

04/Mar 2022 12:37  - Atualizado 4 meses atrás

barter barteragro bartertrade bartertrading comérciodecommodities comérciodegrãos comérciodegrãosnobrasil contratobarter

O Barter é uma forma de simplificar as negociações no mercado agrícola. Saiba como ele é feito e suas vantagens e desvantagens para o agricultor.

O BARTER é uma forma de simplificar as negociações no mercado agrícola. Nele, ao invés do produtor comprar os insumos na revenda, com o dinheiro do crédito concedido pelo banco, e depois vender a produção para poder quitar a dívida, o processo é feito todo em uma única transação.

Como o Barter funciona?

A forma fácil da gente começar a falar sobre as transações de Barter é explicando que o agro tem três transações básicas: 

  • A primeira é a transação de insumos, onde o produtor está comprando tudo o que ele precisa para plantar e colher. Os principais insumos são sementes, pesticidas, fertilizantes e máquinas; 
  • A segunda é a transação de venda, onde o produtor vende o que ele produziu. Então ele vai vender soja, milho ou o que for que ele tenha produzido para quem tem interesse em comprar. 
  • A terceira é a transação de crédito. Ou seja, a forma como ele financia a sua produção. 

Não é difícil entender como funcionam as negociações de grãos no meio do agronegócio. A gente tem uma demanda de fluxo de caixa. Ou seja, você gasta todo o seu dinheiro no começo da safra e vê  esse dinheiro de volta, no final. Isso acaba fazendo com que o produtor tenha uma demanda de capital de giro normalmente mais alta do que teria em outros negócios. Isso faz com que o agro  seja um setor em que existe uma demanda de crédito alta. 

O contrato Barter é a forma como o mercado encontrou para resolver esse problema de forma mais integrada. Então, ao invés de simplesmente comprar os insumos numa revenda, com um dinheiro de um crédito concedido pelo banco, e depois vender a produção para poder quitar a dívida. O mercado arrumou uma forma de incluir isso tudo numa transação só. 

O que isso significa?

O produtor vai na revenda comprar seus insumos, mas, ao invés de pagar no dinheiro à vista, ele se compromete a pagar com o grão de sua própria produção quando ele for colher. E aí, ele acaba tendo três transações juntas.

Ele compra os insumos por meio de crédito – ou seja, ele recebe os produtos agora para pagar depois, quando ele colher. E, ao invés de pagar com dinheiro, ele paga com a produção. Seja ela soja, milho, ou qualquer outro grão. A revenda, por sua vez, encontra um comprador para esses produtos para poder financiar e seguir adiante.

Vantagens do contrato Barter

O Barter tem muitas vantagens para o produtor. A principal delas é que ele permite travar o valor da cotação do milho e da cotação da soja no momento da compra, no começo da safra. O produtor tem certeza exatamente do quanto de soja e milho ele vai precisar vender para poder quitar a dívida dele no final. Isso faz com que ele não tenha que se preocupar muito com as flutuações de preços de commodities durante a safra. 

Ou seja, ele trava o preço do milho, por exemplo, a R$ 80 ou R$85 no momento antes de plantar e sabe que vai ter exatamente aquela quantidade de milho para pagar, independente de quanto o preço flutue. Isso acaba tirando um componente de risco importante para a operação do produtor.

A outra coisa que é muito boa também, é a simplicidade. O produtor, ao invés de fazer três transações, faz uma só. O que torna a vida dele mais fácil e permitindo que ele se concentre em melhorar operacionalmente sua produção. 

Para a revenda, é muito bom também. Porque ela tem uma forma de atrair e reter seus clientes. Então, não é incomum a gente ver esse tipo de operação. Muitas vezes ela acaba representando mais da metade das vendas da revenda. 

Como o Barter molda o mercado de agro

Uma forma interessante como o mercado simplifica essa operação é tratando tudo por hectare.  Então, na hora que o cliente faz o planejamento de compra, ele recebe um custo por hectare. Vamos supor que ele faz um plano em que ele vai ter que pagar com 35 sacas de soja por hectare. Essa conta simplifica muito para ele, porque ele sabe que vai ter que colher 75 ou 80 sacas de soja e que o custo direto dos insumos ficou pra ele em 35. Então, ele consegue saber exatamente a margem. 

É comum o mercado falar em sacos por hectare, em financiamento em sacos por hectare e acaba sendo a conta que acaba fazendo mais sentido para o produtor porque ela já embute essa margem automaticamente. 

Desvantagens do Contrato Barter

Uma desvantagem pro produtor desse tipo de transação é que muitas vezes o valor da troca, ou seja, quanto ele está pagando pelos insumos acaba ficando meio escondido, porque entra tudo numa única transação. Isso às vezes acaba não ficando tão transparente para o produtor entender exatamente sob quais condições ele tava negociando

Saber como funciona as negociações de grãos e os tipos de contratos possíveis é cada vez mais importante para quem quer aumentar a liquidez na venda de milho e soja.

Continue acompanhando os conteúdos educativos da Tarken e faça excelentes negociações na nossa plataforma.