Chuvas em MG atrapalham desenvolvimento do mercado, que continua parado

23/Feb 2022 10:29  - Atualizado 4 meses atrás

Chuva Coromandel Madre de Deus mercado do milho Minas Gerais Patos de Minas podcast

Leve alta nos preços no Noroeste de Minas Gerais, bem como a redução do valor da saca mais ao sul são os principais destaques do mercado de milho mineiro. Na última semana, as pedidas em cidades do noroeste do estado, como Coromandel e Patos de Minas estavam na casa dos R$91 e R$93, respectivamente. Hoje, já há registro de negócios mais próximos aos R$95. No sul de Minas a redução de R$2 na cotação das sacas foi observada em muitas cidades, como em Madre de Deus.

A demanda dos compradores segue pontual e negociações específicas as têm atendido; não há pressa dos produtores para vender esses estoques restantes, sobretudo aqueles com capacidade de armazenamento próprio. O mercado externo também causa agitação com as turbulências políticas envolvendo a Rússia, em especial sobre a preocupação com o encarecimento dos fertilizantes, já que o país europeu é o maior responsável pela exportação dessa classe de produtos para o Brasil, representando cerca de 22% do consumo brasileiro, 7% a mais do que a China.

As chuvas vêm atrapalhando o mercado em duas frentes: o excesso de água prejudica a qualidade das rodovias e estradas de acesso aos silos, e também acarreta no atraso da colheita da safra. Muitos produtores tinham expectativa de iniciar a polícia semanas atrás, mas até hoje não começaram.

Bernardo Lopes