Após alta nos valores do Milho e da Soja, Embrapa apresenta arroz como opção para substituir ou complementar alimentação de aves e suínos

07/Feb 2022 16:39  - Atualizado 5 meses atrás

Agronegócio Arroz Milho Soja

Valor do milho e soja representam cerca de 70% do custo dos animais

Com sede em Santa Catarina, a Embrapa Suínos e Aves defende que o arroz descascado pode servir como insumo para complementar ou substituir o milho e a soja na alimentação de aves e suínos. Apesar da prioridade ser a alimentação humana, considerando a alta de preços das oleaginosas e a produção excedente do arroz, há uma oportunidade de explorar o potencial do grão, que atende à finalidade perfeitamente. 

Após a recorrente alta nos valores do milho e da soja, a atividade de granjeiros e produtores suínos vêm encontrando entraves cada vez maiores, gerando preocupação no setor. Por outro lado, a safra de arroz do ano passado apresentou excedente de até 800 mil toneladas, salientando a oportunidade da substituição ou complementação do grão na alimentação animal. 

Embora tenha valores mais acessíveis, é importante considerar a logística e custos relacionados ao transporte do arroz ao se realizar a substituição, alerta a Embrapa. Considerando a área produtora e a distância, a região Sul deve ser o ponto com maior aproveitamento da substituição, dado a concentração do excedente de arroz, junto ao maior déficit do milho e da soja; em comparativo, o arroz percorreria cerca de 500 km para se tornar ração, enquanto o milho percorre 2.000 km, quando originado da região Centro-Oeste, tornando o gasto de transporte aproximadamente 70% maior.